sábado, 10 de outubro de 2009

Idiota

Flutuei por alguns dias. Vivi intensamente alguns instantes e morri muitas vezes, em outros. Sorri e chorei. Mas agora, olhando as minhas costas como quem olha para a eternidade, tudo parece tão distante. Talvez eu não devesse ter acreditado tanto que tudo é possível e que a felicidade não é uma mentira. Hoje, quando olho para você com ela, percebo o quanto fui idiota. Não sei se me iludi por me perder no seu olhar, ficar com as pernas bambas quando você me sorria ou por ter acreditado, enquanto conversávamos, que eu poderia ser correspondida enquanto ouvia a melodia grave e sincera que é a sua voz. Chorei enquanto voltava para casa e deixei que percebessem o quanto me doía ver você escapulindo das minhas mãos. Me machuquei mais dessa vez, porque acreditei que desfaleceria em seus braços enquanto o trovejar silencioso de seu coração me fizesse dormir. Você me fez perder o controle e minha ferida aberta me faz, enquanto desabafo com palavras que nunca serão o suficiente para descrever o que você representa para mim, chorar. Choro por ter sido idiota, por me deixar abater por algo que veio tão rápido e avassalador, que só poderia ser uma mentira. Mas não foi. E meu coração agora está tão despedaçado, que às vezes me pergunto porque continua batendo.

7 comentários:

Léo. disse...

Kenny! Nossa que saudade estava dos seus posts!
Caramba, não quero te ver mal assim... Nós queremos acreditar em algumas pessoa e em alguns sentimentos e ambos acabam nos ferindo, mas olha, essa dor vai passar, ok? Vai ficar tudo bem. :/

*MaяiH* disse...

o trovejar silencioso de seu coração me fizesse dormir...Aquela super frase que eu amei.
Ei, seu coração continua batendo pq a vida não é só de amores mas de amigos também.E vc tem muitos, eu aposto.
Bjokas.

Daniel Braga disse...

Nossa... eu adorei o texto. Você escreve muito bem =)O inicio dele me prendeu e eu não consegui mais parar de ler. A frase da foto do blog está foda.

~Até a próxima. Obrigado por comentar no meu blog. Volte sempre.

*DB*

ruanlucaa disse...

"E meu coração agora está tão despedaçado, que às vezes me pergunto porque continua batendo. "
k!
talvez a graça seja essa mesma. naum digo a dor.
mas a imprevisibilidade q eh a vida.
qual seria a graça se soubessemos de tudo, se naum sofressemos?
eh preciso q o caminho seja arduo para que se saiba dar o devido valor quando conseguirmos.
(puro clichê, eu sei. eu sempre peco nisso. mas naum deixa de ser verdade)
apenas aprenda a continuar respirando

ruanlucaa disse...

k!
naum se eh tão assim.
tudo tem a ver com a intensão tb.
embora tb naum seja soh esta.
ah. sei lah...
de fatr depende de uma serie d fatores.

talvez eu eh q seja chato mesmo....
: )

Fernanda Cristina disse...

Kenia, isso foi lindo!
Me faz pensar em tudo o que nós fazemos e vivemos.
Perfeito!

G. disse...

sempre tem o momento em que nos sentimos idiotas por crer. crer na eternidade dos momentos, na veracidade das palavras, nos olhares que de repente ficam vazios ou distantes... e de repente tudo some.
as vezes é bom chorar mesmo. quando você menos esperar, vai perceber que é muito bom ainda ter o seu coração.