quinta-feira, 22 de julho de 2010

Troco

Vou pisar em você. Sujar sua carne podre e te misturar a lama.
Vou revirar suas entranhas, despedaçar seu coração. Rir dos seus cacos.
Difamar seu nome. Acabar com a sua alegria.
Vou cuspir na sua cara, sujar seus cabelos, rasgar sua pele.
Quebrar sua cabeça. Te encher de ódio. Vou te fazer esperar.
Destruir seu amor. Queimar seu cérebro. Triturar suas memórias.
Vou te fazer sofrer. Vou pegar o pão amassado e te forçar a engolir.
Você vai ter tudo de volta.

4 comentários:

Gabriel Pontes disse...

Nossa quanta raiva contida; Isso é bom por que valoriza a poesia, primeiro o caos, depois a criação.

você escreve bem, gostei dos seus textos.

Voltarei por aqui...

bjos

Vanessa Souza Moraes disse...

Psicanaliticamente falando, o neurótico machuca a si mesmmo quando deseja machucar o outro.

Literariamente, adoro textos furiosos.

// M α r i disse...

como sempre, os melhores textos. =D
:*

Fernanda C. disse...

Como sempre você se supera, Kênia. A cada texto eu posso ver um pedaço de você, a parte mais machucada... você deveria um dia mostrar as pessoas a sua outra parte. O lado Kênia de ser. Beijos.